quinta-feira, 15 de maio de 2014

TRATAMENTO PARA DEPENDÊNCIA MODERADA

No nível moderado, a dependência química interfere com mais intensidade e frequência no dia a dia, porém, a pessoa ainda tem consciência de seus atos e de que ela precisa mudar.
Neste estágio, normalmente há pré-disposição ao tratamento, pois o dependente tem a consciência de que abuso de drogas está afetando seus relacionamentos sociais, afetivos e profissionais. Tratar a dependência química neste estágio é de grande importância para evitar que a doença torne-se ainda mais grave.
Este plano de tratamento é desenvolvido em duas etapas:
- Regime de internação continuada por período a partir de 30 dias;
- Acompanhamento psicoterapêutico ambulatorial por 60 dias.
No Intensive Care, o dependente é internado por um curto período para que seja afastado de situações ou pessoas que possam incentivar o uso de drogas. Na unidade de internação, o paciente tem 24 horas de assistência profissional qualificada, onde o foco será a reabilitação e reinserção social através de métodos eficientes.
Após este período, o paciente dá sequência em sua recuperação com o atendimento ambulatorial..
Por que a Internação é importante?
A internação é necessária para que a pessoa se distancie, momentaneamente, do ambiente e de grupos que favorecem o uso de drogas. Por outro lado, não basta retirar o dependente químico de seu ambiente natural, sem, contudo, ter uma proposta de tratamento eficiente. Práticas que forçam trabalho manual ou filosofias sem base científica e, mais grave, conduzidas por ex-dependentes químicos, não resolvem o problema.Na Clínica Viva, durante a internação o paciente conta com assistência profissional qualificada 24 horas por dia, todos os dias. Isso faz a diferença.
Projeto Terapêutico

Intensive Care - Moderado

O Projeto Terapêutico é fundamentado na terapia cognitivo-comportamental aliado a outras técnicas e dinâmicas terapêuticas comprovadamente eficazes para o tratamento. A metodologia abrange a assistência multidisciplinar, dando o suporte necessário ao paciente e seus familiares.
O paciente inicia o tratamento e logo passa por desintoxicação com medicamentos que reduzem as crises de abstinência. Também são realizadas sessões de psicoterapia individuais e dinâmicas em grupoconsultas médicas, avaliação psiquiátrica e outras atividades do cronograma estruturado.
Ao final desta etapa há a ressocialização, no qual o paciente é preparado para voltar para o convívio junto com a  sua família em sua própria casa.

Após a internação, o paciente é encaminhado para o acompanhamento em uma das unidades ambulatoriais da rede da Clínica Viva. Esta etapa é fundamental para sustentar todo o trabalho desenvolvido durante a internação, isso porque o paciente necessita de suporte terapêutico para reestabelecer sua rotina e aplicar seu novo plano de vida.
ENTRE EM CONTATO COM GAPEA CAMPINAS
019 996475907 ou 981354876  (Khaleb Bueno)

CONTRATE OS SERVIÇOS DA D LUCA EXPANSIONE